terça-feira, 12 de outubro de 2004

Os cinco principios de defesa do Karate Do Shito Ryu



UKE NO GOGENSOKU
Os cinco princípios de defesa do Karate Shito-Ryu


RAKKA
“a flor caída”


Significa que esta defesa se executa com tal força que, se executado contra o tronco de uma árvore, as folhas cairiam dos seus ramos. As técnicas Rakka executam-se com tal efectividade e decisão que não se limita a blocar o ataque do adversário. Conceito de blocagem dura aplicada com grande poder. Defesa vigorosa com a máxima força aplicada repentinamente e com torção do corpo de modo a parar o ataque do adversário e diminuir a sua confiança.


RYUSUI
“o fluir da água”


Este princípio estabelece que se deve fluir com o ataque do inimigo respondendo com movimentos fluidos, sem rigidez, desviando o ataque aproveitando a força do adversário. Conceito de blocagem em que se absorve o ataque do oponente redireccionando-o, utilizando para isso movimentos circulares e fluidos. Conceito de defender suavemente ou absorver o ataque com um movimento fluído.


TENI
“Taisabaki”


O Conceito de Taisabaki é a esquiva completa ao ataque do oponente, evitando-o. Desvio do corpo para fora da linha de ataque.


KUSHIN


Este princípio trata da maneira de controlar um ataque num movimento de flexão-extensão. Conceito em que se joga com a distância, mudando de uma posição para outra, retornando imediatamente à primeira. (Ex: Moto Dachi – Neko Ashi Dachi – Moto Dashi). Imediata mudança de posição com abaixamento do centro de gravidade.


HANGEKI
contra-ataque ou “Go No Sen”


Este princípio é a consequência lógica dos anteriores. Quando o oponente nos ataca, executar um bloco e ataque simultâneo. Conceito de “go no sen”, utilizando uma acção atacante como se fosse uma contra defesa. (Ex: Tsuki Uke ou Wa uke)


Sem comentários:

Publicar um comentário